Tipos de porta-bebés

Porta-bebés

Para sair para fazer as compras para a casa, passear ou simplesmente estar em casa com as mãos livres, investir num porta-bebés é quase obrigatório para os pais que têm uma criança de curta idade. E é que este acessório para bebés ajudará os pais a 100% oferecendo-lhes a possibilidade de dedicarem-se às suas coisas com as mais livres, e portanto, com maior comodidade. Já não teremos que estar super pendentes de qualquer pequeno grito do pequeno já que estará a acompanhar-nos. Desta forma ele também sente-se mais aconchegado e perto dos seus papás.

Quando pensamos num porta-bebés a primeira coisa que nos vem em mente é a comodidade do nossos bebé… e também a nossa! Não te preocupes: existe no mercado uma ampla gama de porta-bebés de diferentes tipos, adaptados a diferentes formas de vida. E todos eles oferecendo-lhes um excelente conforto ao pequeno.

Porta-bebés ventral

É o modelo mais apropriado para os bebés recém-nascidos, até aos nove meses de idade. Os recém-nascidos necessitam continuamente sentir a presença das suas mamãs. E este acessório ventral foi concebido para que possamos passear com os nossos pequenos e ambos estamos bem. Estes porta-bebés são muito suaves, sendo fabricados na sua maioria de algodão, fazendo frente também a qualquer possível alergia do pequeno.

O porta-bebés ventral já dissemos que é apto para crianças de entre 0 a 9 meses. Não obstante, nunca deveremos usar este tipo de porta-bebés com crianças que pesem mais do que 9 quilos, no risco a sofrer fortes dores de cortas.

Na altura de comprá-lo devemos fixar-nos bem na comodidade (tanto nossa como do bebé), a solidez do porta-bebés e a sua ergonomia. É conveniente procurar um porta-bebés que tenha uma parte para repousar a cabeça ou a possibilidade de o incorporar. Com ele manteremos a cabeça da criança numa posição correta.

Porta-bebés dorsal

Este modelo será apto para os bebés de entre os 9 a 24 meses de idade. Os pequenos nesse momento estão com os sentidos alertas, estão despertando e vão descobrindo o mundo através dos seus sentidos. Nas costas dos papás o pequeno começará a sua “aprendizagem”. Mas atenção: para utilizar este tipo de acessórios é necessário que o bebé saiba manter bem a sua cabeça e as suas costas. Por isso recomenda-se o uso a partir dos 9 meses, que geralmente é quando o pequeno tem alguma força.

Para te assegurares do êxito deste modelo de porta-bebés, certos pontos devem ser examinados: em primeiro lugar, devemos olhar a sua estabilidade no chão para saber que a criança vai sentir-se bem quando o colocarmos no chão e não sofrerá nenhum percalço. Em segundo lugar olharemos a resistência e comodidade. Estes devem ser reguláveis e ergonómicos para que os ombros sustenham bem o peso da criança sem sofrer um martírio.

Também temos de pensar na comodidade e segurança do bebé: os suportes, que nada pode roçar, a solidez do receptáculo, … Devemos olhar também que o seu pescoço fique bem suportado (é conveniente procurar um porta-bebés com suporte para a cabeça), como também as suas pernas e braços. Há modelos que permitem adaptar uma sombrinha para o sol, uma rede de insectos, … procura um porta-bebés adaptável!

Seja qual for o modelo que compres, é conveniente que antes de adquiri-lo experimentar bem este acessório. Assim saberemos se este modelo é o mais conveniente para o nosso bebé e estaremos 100% seguros da nossa compra.

Partilha na tua rede social:
Mais no ABC Crianças:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook