Malas de maternidade

Malas de maternidade

Passear com o teu bebé levando todas as coisas que possas necessitar é muito importante. E é completamente possível! Atualmente existe no mercado um acessório para bebés muito prática: uma mala que permite guardar nela tudo o que o pequeno necessita. Esta mala é perfeita para isso, já que foi concebida especialmente para ajustar-se às múltiplas necessidades dos nossos pequenos bebés.

O específico desta mala são os seus muitos bolsos, dispostos por todas as partes, que te servirão para organizar bem os diferentes objectos da criança. A mala de maternidade pode ser encontrada de duas formas: como uma mochila ou como mala. Mas seja qual for a modalidade, ambas devem conter certos elementos indispensáveis.

Em primeiro lugar, estas malas devem levar um pequeno tapete incorporado que será indispensável quando fores mudar as fraldas do bebé. Para além disso, deverão ter um bolso térmico (ou vários) onde colocamos o biberão e que manterão na perfeição o calor. Finalmente, um aspecto que também devem conter é qualquer tipo de mecanismo que permita fixar no carrinho do bebé. Se não reunirem qualquer uma destas opções, a mala de maternidade não será boa, pelo que o melhor é procurares outra.

Já falámos da mala de maternidade, mas agora vamos dar uns conselhos sobre como enchê-la. Quando se prevê sair-se com o bebé é muito importante preparar previamente os diversos acessórios que este possa requerer. Isto nos permitirá não esquecer nada e também evitará que nos stressemos. Entre as coisas que não há que esquecer encontramos pequenos brinquedos, o peluche, as fraldas, o chocalho, o biberão, papas, creme solar, toalhitas e roupa. Certamente que poderá faltar alguma coisa, mas o imprescindível está aí.

É possível encontrar vários modelos de malas de maternidade. O seu preço varia segundo o seu material, o número de compartimentos que possui, … ainda que também (e sobretudo) segundo a sua qualidade e design. Lembra-te que a primeira coisa que deves procurar é a qualidade e a funcionalidade. Logo observa a relação qualidade/preço e posteriormente o design. Se uma boa relação de qualidade/funcionalidade/preço for associada ao design, óptimo. Mas se não, também não é grave. Importante é a sua utilidade, certo?

Partilha na tua rede social:
Mais no ABC Crianças:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook